10 jan

A importância da auditoria de imagem no planejamento estratégico de comunicação

A comunicação corporativa deixou de ser necessária e tornou-se estratégica para a construção da marca e reputação. Hoje, mais do que atrair clientes, fornecer serviços de excelência, produzir bons produtos e vender, a empresa tem o desafio de conquistar a confiança da sociedade e, para isso, é preciso entender que ela tem um papel social e como tal, deve responder a esses anseios.

A primeira pergunta que um cliente nos faz é: qual a forma mais indicada de se iniciar um planejamento de comunicação corporativa? Recomendamos a auditoria de imagem/opinião, que utiliza técnicas de pesquisa para definir públicos, levantar informações, expectativas e opiniões de forma específica e espontânea.

Com os dados obtidos construímos um diagnóstico e, a partir dele, analisando o propósito da empresa, conseguimos definir prioridades, além de traçar uma linha de trabalho embasada por informações seguras. Desta forma as ações de relacionamento propostas vão ao encontro das necessidades de seus diversos públicos e têm um fim específico, que pode ser mensurado, ou seja, com os desafios definidos pode-se estabelecer indicadores que vão determinar a performance esperada para cada investimento.

A análise dos dados obtidos com o diagnóstico orienta as ações de relacionamento e seus respectivos públicos. Com todos envolvidos no processo de comunicação, com certeza a empresa responderá de forma mais eficiente às crescentes e urgentes demandas desta área.

No mundo conectado as corporações têm que estar preparadas para encantar o cliente, proporcionar experiências positivas e também saber agir em uma situação de crise. Uma comunicação estruturada não exime as empresas de contratempos, mas as prepara para encará-los de forma organizada e com transparência.

O engajamento é muito maior em uma equipe que conhece o propósito da empresa, seus valores e como ela os comunica. Afinal, o principal formador de opinião em uma corporação é seu público interno. Com o diagnóstico em mãos, chegamos à segunda pergunta: por onde começamos? Normalmente recomendamos primeiro arrumar a casa e só depois, partimos para os demais públicos.

Com a casa organizada, podemos alçar voos mais altos e atingir outras pessoas, alicerçados pela cultura já construída na relação com o público interno. Afinal, já não seremos somente uns, mas todos acreditando no poder da comunicação.

Por Márcia Felício

 

18 set

Share RH completa 2 anos e realiza Share Talks especial

Na última quinta-feira, 14 de setembro, a 19ª edição do Share Talks comemorou os 2 anos da empresa de recrutamento e seleção Share RH, cliente e parceira da Thema. O evento aconteceu no teatro da Livraria Cultura do Shopping Iguatemi Campinas.

Com dois painéis de debate, jovens talentos e executivos experientes foram convidados para exporem suas ideias, perspectivas de futuro, desafios e conhecimento.

Guilherme Silva Mario, Lucas Pires e Diogo Sersante palestraram, Antonio Donizeti de Carvalho, Adriana Santos e Gabriela Gazola complementaram o debate com suas bagagens, seguidos da palestra de agradecimento do sócio-gestor da Share RH Luiz Eduardo Drouet.

No encerramento foram entregues canecas para todos que fazem parte da história da empresa e, como não poderia faltar, os sócios brindaram e cortaram o bolo de aniversário .

Confira as fotos da comemoração.

9584abb2-4a86-43fb-86da-b82ada40c1edShareTalks-2ShareTalks-3ShareTalks-5ShareTalks-4720dbf4b-ac66-4ca1-937d-a1805354937fShareTalks-82351c943-a5b4-4671-ac45-46ac733938f6ShareTalks-7ShareTalks-9

 

17 jan

Como vai a comunicação interna de sua empresa?

comunicacao-interna-2
Já parou pra pensar em como a comunicação é importante para o sucesso de uma empresa?
 
Se feita de forma eficiente, ela não só retém os talentos como também abre as portas para novos profissionais entrarem. Para isso, é necessário que se ofereça troca de informações e experiências, promovendo e estimulando a criatividade e dando voz a todos na organização.
 
“Como eu faço isso?”, você deve estar se perguntando. Pra te ajudar nessa avaliação, nós preparamos um questionário bem simples que vai te auxiliar a pensar e repensar o modo como a sua empresa está se comunicando.
 
  • Quando sua empresa vai lançar um produto, um serviço ou mesmo implantar um novo processo ou programa, a comunicação com empregados é contemplada como parte da estratégia?

(   ) Sim     (   ) Não

  • A empresa compartilha o sucesso e/ou momentos difíceis com os empregados?

(   ) Sim     (   ) Não

  • Você acredita que os meios de comunicação que empresa oferece atendem às necessidades de informação dos empregados para que se sintam engajados?

(   ) Sim     (   ) Não

  • Você considera que uma boa comunicação contribui favoravelmente para o clima organizacional?

(   ) Sim     (   ) Não

  • A empresa que você trabalha conhece quem são os formadores de opinião entre os empregados?

(   ) Sim     (   ) Não

  • A empresa costuma avaliar periodicamente os meios de comunicação que possui?

(   ) Sim     (   ) Não

  • A direção da empresa acredita que a comunicação pode contribuir para o engajamento dos empregados e por consequência torná-los mais produtivos e felizes?

(   ) Sim     (   ) Não

  • A empresa possui um departamento ou profissionais dedicados à comunicação interna?

(   ) Sim     (   ) Não

  • A empresa possui algum programa formal de comunicação que estimula e valoriza a participação dos funcionários?

(   ) Sim     (   ) Não

  • Você acredita que a opinião dos empregados pode influenciar a imagem da empresa?

(   ) Sim     (   ) Não

 

Respostas

  • 08 a 10 respostas “SIM” – Parabéns!
    Isso significa  que sua empresa tem a comunicação como parte de sua cultura. Mas lembre-se: Estar bem posicionado não diminui o desafio de manter todos motivados e engajados, aliás, só aumenta. A criatividade será fundamental para desenvolver atividades mais envolventes e que contribuam para transformar cada pessoa um divulgador de sua marca, serviço ou produto.
  • 05 a 07 respostas “SIM” – Melhorar sempre
    Sua empresa tem várias oportunidades de melhoria, seja com a contratação de um profissional experiente ou por meio de serviços de uma assessoria de comunicação. O caminho está aberto e repleto de possibilidades.
  • 04 respostas “SIM” – Atenção!
    Você tem um grande desafio pela frente, mas também a oportunidade de provar que a comunicação pode ter papel determinante no sucesso de sua empresa. Quer uma dica? Se você não sabe por onde começar, contrate um profissional experiente ou uma assessoria.

 

Quer saber mais? Nas próximas semanas, nós vamos falar mais um pouco sobre endomarketing em posts e cases, explicando o assunto e falando da importância da comunicação bem feita. Não perca!

 

11 mai

Brasileiros passam mais tempo nas redes sociais no período de trabalho

Brasileiros passam mais tempo nas redes sociais no período de trabalho

Popularização da internet faz com que as empresas utilizem as redes sociais para se comunicarem com os colaboradores

Segundo dados do Ibope Nielsen Online, 77,8 milhões de pessoas têm acesso à internet no Brasil. Deste total, 87% se conectam, pelo menos, uma vez ao mês às redes sociais. Em média, cada internauta visualizou, em agosto de 2011, cerca de mil páginas de sites de Comunidades, na qual se classificam redes sociais, blogs, microblogs, chats, fóruns e outras páginas de relacionamento.

Com a popularização das redes sociais, as esferas pública e privada encontram-se nos mesmos lugares. Por exemplo, o colaborador pode ter um perfil pessoal no Facebook e a empresa na qual ele trabalha também. Isso faz com que a utilização de páginas de relacionamento no ambiente corporativo se torne cada vez mais comum.

Uma pesquisa do Grupo Educacional Impacta Tecnologia, realizada em 2011 com 183 participantes de 172 empresas usuárias de Tecnologia da Informação (TI), mostrou que o tempo de navegação nas redes sociais no ambiente de trabalho aumentou, bem como pelos dispositivos móveis (celulares e tablets), que praticamente dobrou entre 2010 e o ano passado (de 15 para 27%).

Por isso, as empresas começam a se engajar e a utilizar as redes sociais corporativas como meio de comunicação com os colaboradores, também. Há dois anos, 34% delas não tinham participação alguma nas mídias sociais. Em 2011, este número caiu para 15% – o que representa a influência no mercado corporativo.

A pesquisa mostrou ainda que o maior benefício das redes sociais na concepção dos usuários é a busca e manutenção de contatos, pessoais ou profissionais (networking).

*Com informações do texto No facebook da empresa, do portal Negócios da Comunicação.